O Salmão e o Urso


Em uma montanha verdinha, bem no meio de uma grande floresta, morava um ursinho chamado Tomas.
Tinha o pelo cinza clarinho parecido com o de sua mãe e olhos fortes e determinados como os de seu pai.
Por muito tempo, Tomas sonhava com o dia em que seu pai o levaria ao grande rio para que finalmente pudesse se tornar um pegador de peixes.


Não havia nada que gerasse mais orgulho na comunidade de ursos do que ser um bom pegador de salmões.
Tomas adorava ver os grandes ursos dentro do rio esperando os salmões pularem, para então, com sua grande agilidade, agarrá-los em pleno ar.
O pai de Tomas era o mais habilidoso desses pegadores de peixes. Trazendo por vezes cardumes inteiros para fora do rio.

Então, em uma bela manhã de primavera, seu pai se aproximou da entrada de sua caverna.

– Vamos, Tomas. Chegou a hora de ir ao grande rio.

Tomas quase não acreditou. O dia tão esperado havia chegado!

Foi correndo ao lado de seu pai até a beira do rio. Estava muito frio, mas nem ligou. Imitou os gestos do pai e esperou de braços abertos quando um grande salmão pulou dentro deles.

Tomas o agarrou com força, nervoso e orgulhoso ao mesmo tempo, mas então tomou um baita susto quando o peixe falou:

– Ai! Você esta me machucando!

– O que? Você fala? – Tomas respondeu assustado.

– Mas claro que falo, ora bolas! Achou que só vocês ursos falassem? E tenho família também. Você vai deixar duzentos e cinquenta e quatro peixinhos órfãos, sabia?

– Mas…

– O que foi? Não vai me comer não? Vocês ursos vivem fazendo isso mesmo.

salmaourso

Tomas não soube o que fazer. Simplesmente não podia deixar duzentos e… (quantos eram mesmo?) peixinhos órfãos.

Olhou com medo de seu pai ver que estava falando com o peixe, mas ele estava muito distraído com as mãos cheinhas de outros deles.
Saiu então de fininho e correu até um lago afastado que conhecia onde jogou seu amigo peixe lá dentro.

– Pronto, fique amigo. Não consegui te comer. Aí você estará seguro porque nenhum Urso vem aqui. Como o lago é parado nenhum de vocês pula e acaba ficando difícil para nós pescarmos aqui.

– Obrigado! Obrigado! Muito obrigado por poupar a minha vida nobre ursinho! Você foi muito generoso! Não sei como poderia lhe agradecer… espere! Você gosta de Mel?

Os olhinhos de Tomas faiscaram de felicidade enquanto balançava a cabeça afirmativamente para seu amigo peixe.

– Imaginei que gostava mesmo. Então vou lhe contar um segredo. No caminho que fiz subindo o rio passei por uma parte da floresta, logo abaixo da cachoeira grande sabe? Onde haviam centenas de colmeias coloridas!

Ursinho Tomas agradeceu muito ao seu novo amigo e, após se despedir, correu apressado para chamar seu pai e mostrar as suculentas colmeias de abelhas que floresciam mais abaixo no rio.
E então foi uma festa. Diversos ursos se fartaram o dia inteiro.
Então chegou a vez de Tomas. Escalou uma árvore onde uma gigantesca colmeia repousava tranquila e solitária, mas quando ia enfiar as mãozinhas peludas para se fartar com o mel lá de dentro ouviu uma vozinha de uma abelhinha zangada que havia acabado de pousar na ponta do seu nariz:

– Isso acabe com a minha casa! O que será de minhas quatro mil novecentas e setenta e duas filhas que ficarão seu um lugar para morar?

– Essa não! – pensou Tomás desanimado – vai começar tudo de novo…

FIM

Rodrigo Lopes

E ai amiguinhos? O que acharam da história de nosso bondoso ursinho? Deixe sua opinião nos comentários!!!

  • Já conhece nosso aplicativo gratuito de histórias infantis inéditas? Leia mais sobre AQUI!
  • Para ler nossas outras histórias infantis, clique AQUI!
  • Se te interessar, temos nossa sessão PARA COLORIR com ilustrações de nossas historinhas.
Anúncios

Comente AQUI! É sempre uma alegria ler a sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s