Polvo Polvilho e o Sumiço do Ladrilho


Polvo Polvilho decidiu dar um tempo em casa pois muito cansado de aventuras estava.

Indo para o espaço, montanha, deserto … sempre algum lugar incerto.

Casa bonita o polvo amigo possuía, cheia de presentes dos amigos que conhecia.

Um quadro de um tamanduá que formiga nenhuma conseguia assustar.

Uma juba de um leão africano que era metido a vegetariano.

Um bela pena de uma perdiz que pensava que era uma atriz.

Cada presente mais maluco que o anterior…visitar a casa do polvo era uma grande diversão, sim senhor!

Polvo Polvilho estava com uma fome capaz de arrasar qualquer quarteirão

e para sua bela cozinha lá foi ele procurar um pedaço de pão.

Logo percebeu que estava mancando pois cada uma de suas pernas pisava em um ladrinho que estava faltando.

E não era qualquer ladrilho não.

Era o que tinha virado campeão em grande competição do ladrilho mais brilhante do salão.

Essa não!

O que fazer para o amigo achar? Aquele ladrilho teimoso sempre gostava de aprontar…

E Polvo Polvilho começou a procurar…

Foi em cada casinha e salão importante, mas nada de achar o ladrilho que pensava que era diamante.

E com seu Polvocóptero ao céus ele resolveu ascender, pois um grande concurso de gigantes iria acontecer.

Concurso famoso, concurso empolgante, pois revelaria de todos, o gigante mais elegante.

Procurou em cada competidor, em cada jóia brilhante e encontrou o ladrilho cintilando em orelha distante.

Mas algo estava errado pois o mestre ladrilho estava muito assustado.

– Amigo Polvo venha cá! Finalmente alguém para me ajudar! – o ladrilho gritou!

– Bom dia dona giganta, mas porque tu esse ladrilho espanta?

– O ladrilho é muito brilhante e com ele fico muito elegante. Com ele o grande concurso vou ganhar e para sempre o irei guardar.

– Mas o que é isso dona giganta? Não paro de me espantar. Tu es tão bela, como pode um ladrilho aprisionar?

– Quanto a esse problema não ouso me importar, mas pode se juntar a ele, se quiser me ajudar…

polvoladrilhocolorb

Polvo Polvilho já tinha vivido muita idéia maluca, mas nunca tinha servido de peruca!

E nos cabelos da giganta para o grande concurso ele foi participar, e de polvo e ladrilho, parecia que a malvada iria ganhar.

Todos suspiraram quando a giganta entrou, pois maior elegância nunca se revelou.

Mas o polvo não ia deixar a malvada se safar e sem querer estendeu um tentáculo para ela tropeçar.

E caindo de cara no chão, a giganta perdeu a competição, e polvo e ladrilho saíram correndo pela multidão.

E a giganta gritava de cara amassada e Polvo e ladrilho continuavam em disparada.

E voltaram pra casa com o coração sibilante

e ladrilho se escondeu atrás da parede da estante

jurando para o polvo nunca mais se passar por diamante.

Fim

Rodrigo Lopes

E aí? O que você achou da nova historinha do Polvo Polvilho? Diz pra gente!

 

Anúncios

2 comentários sobre “Polvo Polvilho e o Sumiço do Ladrilho

Comente AQUI! É sempre uma alegria ler a sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s